• Tony Da Costa

A Unidade é a Chave (Parte 1/6)

Autor: Fabien Marchand, traduzido por Tony Da Costa com a permissão do autor.


A unidade é a chave...

O que isso significa?


Inicialmente, respondemos que significa “A União”… implícita união de todos, com todos. Pelo menos é o que entendemos no início de uma maneira esotérica, aplicando-a fora de nós mesmos.


Bom…

De fato, desde 2013, você me perdoa, mas não vemos essa unidade no mundo. Sem problemas, esperamos, acreditando, como um bom místico delirante, que as coisas se arranjarão, que todos nós seremos guiados lá... (risos!)


No dia a dia, ainda estou procurando o possível significado que esta frase tenha. Eu provo para mim mesmo que, apesar do que acredito ser um esforço construtivo, não consigo nem criar essa Unidade, essa União, com minha chama gêmea.


Então, como poderia alguém irradiar dessa unidade sem vivê-la…?


Como todo místico delirante, tomei o problema da maneira errada.

De fora, procurei criar essa unidade, esse conjunto, com os outros. Fatalmente, identifiquei o “outro” mais importante como sendo meu gêmeo.


Mas como eu poderia me Unificar quando meu gêmeo constantemente me reenviava minha parte que faltava em mim na cara, aquela que ele tem, aquela que ele é… cujo o qual eu não tinha consciência?


O famoso efeito espelho da chama gêmea. Esse efeito, capaz de desencadear nossa reação de abandono do subprograma (se formos chasers, perseguidores, yang) ou da rejeição (se formos runners, fugitivos, yin).


Um tipo de auto-pilotagem inconsciente que nos faz instantaneamente sentir dor diante das nossas incapacidades que o outro nos revela, nossas carências, nossas aproximações e aberrações.


Seguindo uma longa série de decepções de si mesmo, através do outro, que dia após dia erodem o casal e o relacionamento.


A perda de confiança no outro, pelo menos eu pensava inicialmente, está ligada a todas as decepções que gera em sua visão ou falta de visão do formar um casal.

Em bom “esotérico" termos, estava errado em toda a linha.

Em exoterismo termos, a perda de confiança se deve à nossa própria falta de construção interna.


Nosso primeiro reflexo em procurar Unificar o exterior é, antes de tudo, uma defesa, um baluarte para não explorar nossa interioridade e evitar sair de nossa zona de conforto.


No entanto, ao enfrentar essa situação, somos obrigados a iniciar um trabalho de exploração interna, uma humilde análise do Eu para assim construir o Si, o verdadeiro Eu. Este mesmo será capaz de superar todas as restrições, mas também aceitar plenamente as inerentes às nossas decisões de vida e nossas expectativas...



A Unidade dos Chakras

É neste momento que a autoconfiança é construída ... justamente porque esse Eu acabou de nascer, ele poderá finalmente aprender, reter e tornar-se... Livre.


O vazio é preenchido, as carências desaparecem e um dia, como resultado do trabalho, o Amor de Si Mesmo nasce.


Naquele momento, finalmente completo, "o Indivíduo" está Unificado em todas as suas polaridades, em todos os seus contrários, em todas as suas oposições, e a harmonia reina.


O Amor Incondicional passa a nutrir o Ser e crescemos a partir dessa experiência. Nós realmente amamos, sem condição, sem razão, sem explicação e até sem propósito.


Então, o que é a Unidade?

É tudo isso e muitas outras coisas também...


Para ser continuado...


Autor: Fabien Marchand, traduzido por Tony Da Costa com a permissão do autor.


Recent Posts

See All